Rudolf-Steiner4.jpg 

RUDOLF STEINER E A PEDAGOGIA WALDORF

 A Pedagogia Waldorf foi criada em 1919 na Alemanha e segue a concepção de desenvolvimento do ser humano introduzida por Rudolf Steiner, orientada a partir de pontos de vista antropológico, pedagógico, curricular e administrativo fundamentados na Antroposofia. Nela, o ser humano é apreendido em seu aspecto físico, anímico (psico-emocional) e espiritual, de acordo com características de cada um e de sua faixa etária, em busca de perfeita integração entre corpo, alma e espírito. Ou seja, entre o pensar, o sentir e o querer. 

O ensino teórico é sempre acompanhado pelo prático, com grande enfoque nas atividades corpóreas (ação), artísticas e artesanais, de acordo com a idade dos estudantes. O cultivo das atividades do pensar inicia-se com o exercício da imaginação, do conhecimento dos contos, lendas e mitos, até gradativamente atingir-se o desenvolvimento do pensamento mais abstrato, teórico e  rigorosamente formal, mais ou menos na época de ensino médio.

A não exigência de atividades que necessitem de um pensar abstrato muito cedo é também um dos grandes diferenciais em relação a outros métodos de ensino. Nessa concepção, predomina o exercício e o desenvolvimento de habilidades e não do mero acúmulo de informações, cultivando a ciência, a arte e os valores morais e espirituais necessárias ao ser humano.

 Fonte: FEWB – Federação das Escolas Waldorf no Brasil

 

arte_com_la_1.jpg